A atriz Rachel Weisz, ganhadora do oscar, e esposa do Daniel Craig, o atual 007, concedeu uma entrevista ao Telegraph, onde criticou a possibilidade da próxima 007 ser uma mulher, falando que o importante é manter a fidelidade nas obras do Ian Flemming, e ao invés de transformas o James Bond em uma mulher, deveriam investir em uma história original:

“Fleming dedicou muito tempo para escrever este personagem, que é particularmente masculino e se relaciona de maneira particular com mulheres. Por que não criar sua própria história em vez de ser comparada com outros predecessoras do sexo masculino?”

Próximo filme do James Bond chegará aos cinemas em 8 de novembro de 2019.

Comments

comments