A história de Star Wars – Episódio II: Ataque dos Clones começa dez anos após os acontecimentos de Star Wars – Episódio I: A Ameaça Fantasma. Anakin Skywalker (Hayden Christensen) agora tem 19 anos e é um talentoso aprendiz de Jedi. Seu mestre é Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor). Anakin e Obi-Wan são convocados para proteger Amidala (Natalie Portman), ex-rainha do planeta Naboo e agora senadora da República. Porém, no melhor estilo Romeu e Julieta, Anakin se apaixona por Amidala, o que não seria exatamente um grande problema se os Jedi não fossem proibidos de amar, de acordo com as regras da Ordem dos Cavaleiros.

Paralelamente, a República vive um de seus piores momentos políticos. Uma guerra em que os Jedi terão de enfrentar um exército de clones gerados a partir do mercenário Jango Fett (Temeura Morrison). A história não pára por ai. Ainda será necessário eliminar o Conde Dookan (Christopher Lee), um Jedi traidor que coloca em risco toda a estrutura social da galáxia.

A exemplo do que já havia acontecido em A Ameaça Fantasma, sair para comprar pipocas durante a projeção pode ser fatal para a total compreensão de Ataque dos Clones. São nomes e mais nomes, personagens variados, planetas, situações… e tudo isso enquanto os olhos tentam acompanhar a verdadeira festa de efeitos visuais que preenche a tela em praticamente todos os momentos. Porém o acúmulo de informações não seria o grande problema do filme, que sofre do mesmo defeito já detectado em A Ameaça Fantasma: o fraco desenvolvimento dos personagens. De certa forma, os incríveis efeitos se sobrepõem à personalidade dos protagonistas. Pessoalmente, sinto saudades do primeiro filme, quando os efeitos especiais eram rudimentares, mas a platéia torcia por Hans Solo e Luke Skywalker. Até o Chewbacca, escondido por uma montanha de pelos, demonstrava mais “humanidade” (se é que isso é possível para um alienígena) que muitos Jedis desse novo episódio.

Por outro lado, não vamos querer demais. George Lucas já revolucionou a história do cinema uma vez, em 1977. Não podemos exigir que ele o faça novamente. Ataque dos Clones é, sim, uma boa diversão, ágil, de encher os olhos. Mas sem dúvida muito mais apropriada para os fanáticos de carteirinha da “Força”.

NOTA FINAL:

FICHA TÉCNICA

Direção:  George Lucas
Roteiro:  George Lucas e Jonathan Hales
Título Original: Star Wars: Episode II – Attack of the Clones
Gênero: Ação/Aventura/Fantasia/Ficção Científica
Duração:  2h 22min
Elenco: Ewan McGregor, Natalie Portman, Hayden Christensen, Ian McDiarmid, Samuel L. Jackson, Christopher Lee, Anthony Daniels, Kenny Baker e Frank Oz
Classificação etária: Livre para todos os públicos
Lançamento: 16 de maio de 2002

Comments

comments