A autora J.K Rowling escreveu em seu site oficial para falar pela primeira vez sobre a escalação de Johnny Depp como Grindelwald, o vilão de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindewald.

“Quando Johnny Depp foi escalado para o papel de Grindelwald, achei que ele seria incrível no papel. No entanto, na época de filmar sua participação no primeiro filme, histórias apareceram na imprensa que me preocuparam profundamente e a todos mais próximos da franquia.”

“Os fãs de Harry Potter têm questões legítimas e preocupações sobre nossa escolha em continuar com ele no papel. Como David Yates, diretor veterano de Harry Potter, já disse, naturalmente consideramos a possibilidade de substituí-lo. Entendo por qual motivo alguns ficaram confusos e bravos sobre os motivos disso não ter acontecido.”

“A grande comunidade de apoio mútuo que se formou ao redor de Harry Potter é uma das grandes alegrias da minha vida. Para mim, pessoalmente, a falta de habilidade de falar abertamente com os fãs sobre esse assunto é difícil, frustrante e, muitas vezes, dolorosa. No entanto, os acordos que foram feitos para proteger a privacidade de duas pessoas, que expressaram o desejo de continuar com suas vidas, precisam ser respeitados. Baseado no nosso entendimento das circunstâncias, os cineastas e eu não estamos apenas confortáveis em manter nosso elenco original, como genuinamente felizes de ter Johnny fazendo um grande personagem dos filmes.”

“Eu amei escrever os dois primeiros roteiros e mal posso esperar para os fãs verem Os Crimes de Grindelwald. Eu aceito que alguns não ficarão satisfeitos com a escolha do ator no papel que dá o título. No entanto, a consciência não é governada por um grupo. No fundo ficcional ou fora dele, todos precisamos fazer o que achamos certo. “

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindewald contará com o retorno de Eddie RedmayneEzra MillerKatherine Waterston no elenco principal, e contará com Jude Law como o jovem Dumbledore e Johnny Depp como o vilão Grindelwald. Sua estreia está marcada para 15 de novembro de 2018.

Comments

comments