Desde que a conta oficial da Comic Con Experience divulgou que Will Smith estaria no Brasil, essa notícia acabou gerando uma ansiedade e expectativa para quem vai participa, pensando nisso O Ponto Nerd resolveu criar uma lista com os melhores trabalhos do Will.

The Fresh Prince of Bel-Air (Um Maluco no Pedaço) 1990 – 1996

Dirigido por Jeff Melman, Ellen Falcon, Chuck Vinson, Rita Rogers, Maynard C. Virgil I, Shelley Jensen, Debbie Allen, Rae Kraus, Werner Walian e Madeline Cripe

Elenco: Will Smith, James Avery, Janet Hubert-Whitten, Daphne Maxwell Reid, Karyn Parsons, Alfonso Ribeiro, Tatyana Ali, Ross Bagley e Joseph Marcell.

Através de situações engraçadas, a série mostra os conflitos de valores de uma sociedade marcada por problemas raciais, como a norte-americana, onde o humor impagável de Will leva todos os seus parentes ao limiar da loucura. Após uma briga com valentões drogados na cidade de Filadélfia, a mãe de Will, temendo que o futuro do filho passasse pelo mundo do crime, resolve enviá-lo para a mansão de sua irmã Vivian, uma professora, e de seu cunhado Phillip Banks(marido de Vivian), um advogado(que depois se tornou juiz), muito bem estabelecido, que mora no elegante e luxuoso bairro de Bel-Air em Los Angeles, para que o filho possa ter uma educação de alto nível.

No início, Will não se dá muito bem, pois sendo um garoto humilde, vindo de um bairro pobre, comporta-se de maneira inadequada, além de se mostrar desinteressado pelos estudos e ainda provocar várias trapalhadas aos tios e primos na sofisticada casa, em Bel-Air, mas com o tempo, percebe que precisa se adaptar aos bons costumes da família, o que lhe gera algumas dificuldades, mas faz com que ele e seus parentes se entendam apesar das diferenças.

Bad Boys – 1995

Continuação: Bad Boys 2 e Bad Boys 3 (previsto para 2018)

Dirigido por Michael Bay

Elenco: Martin Lawrence, Will Smith, Téa Leoni, Tchéky Karyo, Theresa Randle e Joe Pantoliano.

Marcus Burnett (Martin Lawrence) e Mike Lowrey (Will Smith) são dois policiais do departamento de polícia de Miami que devem se juntar para recuperar um carregamento de drogas perdido. Eles contarão com a ajuda de uma testemunha, Julie, porém para isso um terá que se passar pela identidade do outro. Um carregamento de heroína confiscada, avaliada em 100 milhões de dólares, foi simplesmente roubado do depósito da polícia.

O sumiço das drogas pode destruir as carreiras dos detetives Marcus e Mike, e acabar com a divisão de narcóticos do departamento de polícia de Miami. Quando as investigações ameaçam os traficantes e eles raptam a única testemunha do caso, uma informante da polícia (Téa Leoni) que se torna amiga dos Bad Boys, as coisas se tornam pessoais.

Independence Day – 1996

Dirigido por Roland Emmerich

Elenco: Will Smith, Jeff Goldblum, Bill Pullman, Margaret Colin, Vivica A. Fox, Mary McDonnell, Judd Hirsch, Robert Loggia, Randy Quaid, James Rebhorn e Harry Connick, Jr.

O filme aborda uma maciça invasão alienígena na Terra, onde um imenso objeto com um quarto do tamanho da Lua é identificado na órbita do nosso planeta. Logo em seguida, todas as emissoras de TV começam a transmitir com grandes falhas, como interferências, chuviscos e distorções. O operador de TV a cabo, David Levinson (Jeff Goldblum) detecta um estranho sinal no sistema de satélites terrestre. Enquanto isso, em Washington, o presidente Thomas J. Withmore (Bill Pullman) reúne-se com o General Grey (Robert Loggia), o Secretário de Defesa dos Estados Unidos e a assessora de imprensa, Constance Spano (Margaret Colin), e inicialmente concordam que o objeto seja um cometa ou um meteoro. O Serviço Secreto dos Estados Unidos informa que o objeto tinha se colocado na órbita da Terra, e uma parte dele havia se “quebrado” em 36 pedaços, que embora fossem pequenos em relação ao corpo inicial, tivessem mais de vinte quilômetros de diâmetro.

Men in Black (MIB – Homens de Preto) – 1997

Continuação: Men in Black II e Men In Black 3

Dirigido por Barry Sonnenfeld

Produção: Steven Spielberg

Elenco: Tommy Lee Jones, Will Smith, Linda Fiorentino, Vincent D’Onofrio e Rip Torn.

O agente K (Tommy Lee Jones) é um dos fundadores da agência ultra-secreta MIB – Homens de Preto, criada pelo governo para monitorar e cuidar das atividades alienígenas na Terra. Recém-contratado para trabalhar na tal entidade, o ex-policial James (Agente J) se une a K para desvendar os mistérios de um possível ataque extraterrestre. Depois de perseguir um alien sem sabê-lo, ele revela que a Terra será destruída e os Homens de Preto exigem a ajuda de James. Instruído pelo Agente K, ambos os agentes terão que parar um inseto gigante que foi introduzido no corpo de um agricultor (Vincent D’Onofrio) e seu plano: Pegar a Galáxia que está na coleira de um gato, tomá-la e destruir a Terra.

O filme foi indicado ao Oscar nas categorias melhor maquiagem (venceu) e melhor trilha sonora

Também foi indicado ao Globo de Ouro, na categoria melhor filme – comédia/musical

Ali – 2001

Dirigido por Michael Mann

Elenco: Will Smith, Jamie Foxx, Jon Voight, Mario Van Peebles e Jada Pinkett Smith.

O filme é baseado na vida do pugilista Muhammad Ali, interpretado por Will Smith. O esportista chamava a atenção tanto dentro como fora do ringue: além de vencer lutas e o campeonato, ele era inteligente, contestador, carismático, eloquente. Quando se converteu ao islamismo, mudou seu nome de Cassius Clay para Mohammad Ali, e com este nome ficou conhecido como uma das figuras mais importantes dos anos 60 e 70.

A história começa já com Ali perto de seu auge, em 1964, quando derrotou, contrariando todos os prognósticos, facilmente o campeão mundial até então invicto de sua categoria, e virou notícia no mundo esportivo. Não há apresentação nem referência à vida anterior dele, e nem seria necessário. Após ganhar fama e se tornar o “campeão do povo” (como se auto-intitulara), o filme mostra o complicado relacionamento de Ali com as pessoas que o ajudaram a chegar no topo, com o seu grande envolvimento com a religião, que tanto influenciou na sua vida, com suas amizades (Ali conhecia Malcolm X, um dos mais importantes líderes negros já existentes, inclusive muitos o chamavam de Cassius X), e com os problemas que teve ao se recusar participar da Guerra do Vietnã, por motivos religiosos, perdendo o direito de lutar por muito tempo.

Foi indicado ao Oscar nas categorias de melhor ator Will Smith e melhor ator coadjuvante Jon Voight.

Também foi indicado ao Globo de Ouro nas categorias de melhor ator – drama Will Smith, melhor ator coadjuvante Jon Voight e melhor trilha sonora.

Will venceu na categoria Melhor Ator no MTV Movie Awards

The Pursuit of Happyness (À Procura da Felicidade) – 2006

Dirigido por Gabriele Muccino

Elenco: Will Smith, Jaden Smith e Thandie Newton.

Chris Gardner é um pai de família que enfrenta muitas dificuldades financeiras, vendendo aparelhos médicos que ninguém quer comprar por serem muito caros. Gardner torna-se obstinado pela sobrevivência e sustento de sua família. Ele consegue uma vaga de estagiário numa importante corretora de ações, mas não recebe remuneração pelos serviços prestados, porém, persiste, pois acredita que poderá ser futuramente contratado. A mulher o abandona e ele é obrigado a tomar conta sozinho do filho de apenas cinco anos de idade. Em meio a todos os problemas, eles são despejados do apartamento onde vivem por falta de pagamento, e têm de dormir em estações de metrô, banheiros públicos e albergues.

Will Smith foi indicado ao Oscar em 2007, indicado na categoria Melhor Ator.

O filme também foi indicado ao Globo de Ouro em 2007, Will na categoria Melhor Ator – Drama e Melhor canção – Cinema (A Father’s Way)

Curiosidades:

Moradores de rua foram contratados como extras para as filmagens.
O verdadeiro Chris Gardner é visto em uma pequena ponta no fim do filme, cruzando o caminho de seus intérpretes.

Hancock – 2008

Dirigido por Peter Berg

Elenco: Will Smith, Charlize Theron e Jason Bateman.

John Hancock (Will Smith) é um super-herói que possui incríveis superpoderes, incluindo força ilimitada, capacidade de voar em velocidade supersônica e total invulnerabilidade corporal à ferimentos dos mais variados possíveis. Entretanto, diferentemente dos clássicos personagens das histórias em quadrinhos, Hancock possui sérios problemas com a bebida, com as drogas e, por isso, é mal humorado e desastrado, vivendo praticamente como um mendigo, dormindo em bancos de praça de Los Angeles, cheirando permanentemente a cachaça e não prezando pelo cuidado quando entra em ação, uma vez que deixa prejuízos de milhões de dólares a cada ação (que ele executa quase sempre bêbado) desastrada, compensando em sempre conseguir salvar muitas vidas.

Após salvar Ray Embrey (Jason Bateman), um agente de relações públicas, de ser atropelado por um trem, este se oferece para ajudá-lo a melhorar sua imagem perante a sociedade. A ideia não é bem aceita por Mary Embrey (Charlize Theron), a esposa de Ray que, sem nenhum motivo aparente, rejeita Hancock. Mary mostra ao marido que Hancock teve uma ordem de prisão contra si lançada.

Concussion (Um Homem Entre Gigantes) – 2015

Dirigido por Peter Landesman

Elenco: Will Smith, Alec Baldwin, Gugu Mbatha-Raw, Arliss Howard, Paul Reiser, Luke Wilson, Adewale Akinnuoye-Agbaje, David Morse e Albert Brooks.

Em 2002, o center aposentado dos Pittsburgh Steelers, Mike Webster, é encontrado morto na carroceria de sua pickup. Bennet Omalu, um patologista forense do IML do Condado de Allegheny (Pensilvânia), faz a autópsia do corpo, e descobre que a vítima possuía dano cerebral grave. Ele conclui que a morte de Webster foi resultado dos efeitos de repetidos traumas na cabeça — um distúrbio a que ele dá o nome de Encefalopatia traumática crônica (ETC). Com o auxílio do antigo médico dos Steelers Julian Bailes, o colega neurologista Steven T. DeKosky e o legista Cyril Wecht, Omalu publica um artigo com seus achados, que é inicialmente descartado pela NFL.

Ao longo dos próximos anos, Omalu descobre que outros três ex-jogadores da NFL falecidos, Terry Long, Justin Strzelczyk e Andre Waters, tinha sintomas muito semelhantes aos de Webster. Ele finalmente convence o recém-nomeado comissário da NFL Roger Goodell para apresentar as suas conclusões perante uma comissão sobre a segurança do jogador. No entanto, a NFL não leva Omalu a sério; eles nem sequer lhe permitem estar no espaço para a apresentação, forçando Bailes a fazê-lo.

Suicide Squad (Esquadrão Suicida) – 2016

Dirigido por David Ayer

Elenco: Will Smith, Jared Leto, Margot Robbie, Joel Kinnaman, Viola Davis, Jai Courtney, Jay Hernandez, Adewale Akinnuoye-Agbaje, Ike Barinholtz, Scott Eastwood e Cara Delevingne.

Após a morte do Superman, Amanda Waller reúne a Força Tarefa X, uma equipe de criminosos perigosos presos na prisão de Belle Reve, consistindo do assassino de aluguel de elite Pistoleiro, da ex-psiquiatra Arlequina, do ex-gângster pirocinético El Diablo, do ladrão oportunista Capitão Bumerangue, do geneticamente modificado Crocodilo e do assassino especializado Amarra. Eles são colocados sob o comando do coronel Rick Flag para serem usados em missões de alto risco para o governo dos Estados Unidos. Cada membro tem uma bomba implantada no pescoço, projetada para detonar se algum membro se rebelar ou tentar escapar.

Um dos recrutas pretendidos de Waller é a namorada de Flag, a Dr. June Moone, uma arqueóloga possuída por uma deusa-bruxa conhecida como “Magia”. Magia rapidamente sai do controle de Waller, decidindo erradicar a humanidade com uma arma mística para aprisioná-la. Ela transforma a população de Midway City em uma horda de monstros e convoca seu irmão Incubus para ajudá-la. O Esquadrão é introduzido em Midway sob a justificativa de que a cidade está sob ataque terrorista.

Collateral Beauty (Beleza Oculta) 2016

Dirigido por David Frankel

Elenco: Will Smith, Edward Norton, Keira Knightley, Michael Peña, Naomie Harris, Jacob Latimore, Kate Winslet e Helen Mirren.

Beleza Oculta une drama e fantasia em uma bela história sobre superação.

Howard Inlet (Will Smith) é um publicitário nova-iorquino que leva uma vida perfeita, até ao dia em que sua filha morre. Após uma tragédia pessoal, Howard entra em depressão e passa a escrever cartas para a morte, o tempo e o amor, algo que começa preocupando seus amigos. Mas o que parecia impossível, se torna realidade quando estas três partes do universo decidem responder. Morte (Helen Mirren), tempo (Jacob Latimore) e amor (Keira Knightley), tentam ensinar o valor da vida para Howard.

Comments

comments