Cuidado, pode conter spoilers da segunda temporada de Stranger Things.

O sétimo episódio de Stranger Things não agradou a todos e fez questionar sobre sua qualidade e relevância na história, mas ainda sim os irmãos e criadores da série, Matt e Ross Duffer, defenderam a importância durante uma entrevista para o Entertainment Weekly.

Quer ele funcione ou não para as pessoas, isso nos permite experimentar um pouco. É importante para Ross e para mim tentar coisas e não sentir que estamos fazendo o mesmo de novo e de novo. É quase como fazer um pequeno episódio piloto no meio da temporada, o que é um negócio meio maluco de se fazer. Mas foi realmente divertido de escrever, de escolher os atores e de trabalhar.

Algumas pessoas até chamaram o episódio de filler, mas Matt Duffer continuou defendendo:

Nosso teste do episódio foi que nós tentamos tirá-lo da série só para garantir que nós precisávamos dele pois não queríamos que ele fosse um filler – apesar de alguns críticos acusarem a gente de fazer exatamente isso. Mas a jornada da Eleven meio que desmoronava, o final não funcionava sem isso. Então eu pensei, quer isso funcione ou não, nós precisamos desse alicerce aqui ou a série inteira vai desmoronar. Não vai terminar bem. O Devorador de Mentes vai dominar Hawkins.

Ross Duffer também fez sua defesa ao episódio:

A história da Eleven de modo geral é foi meio que um dos maiores riscos que nós assumimos. Nós iremos continuar a arriscar daqui para frente para garantir que estaremos focados. Eu não quero que ela simplesmente salve o dia magicamente. Assim como Luke Skywalker, ela precisava sair sozinha e aprender algo sobre si mesma.

Nova temporada já se encontra completa no catálogo da Netflix. Você pode ler nossa crítica sobre a segunda temporada AQUI.

Comments

comments