Pode ser um tiro no pé, mas também pode ser algo grandioso

Na última San Diego Comic-Con, tivemos bastantes surpresas, e uma delas foi sobre o filme solo do Flash. Depois de muita confusão e troca de diretores, o filme finalmente está próximo de ver a luz no fim do túnel, pois, além de ganhar sua confirmação, o título do longa foi anunciado: FlashPoint. O filme, uma das histórias mais importantes da DC, e também umas das mais complicadas, considerado assim por inúmeras mudanças que ocorrem durante a trama.

FlashPoint mostra Barry Allen voltando no tempo para salvar sua mãe, fazendo enormes mudanças na linha tempo. Tudo o que ele conhece mudou. Superman não existe, Bruce Wayne está morto, Thomas Wayne é o Batman, e Martha Wayne (Porque você disse esse nome?) é o Coringa, além das Amazonas estarem em guerra com os Atlantes.

Essa história é realmente complicada, e pode trazer modificações significativas para os próximos filmes da DCEU, como mudanças de ator, personalidade dos personagens, tons do filme, e o melhor, corrigir alguns erros.

Desde o anúncio do filme, muitos teorizaram que utilizariam isso para uma provável saída do Ben Aflleck como Batman, usando como base todos os rumores indicando a saída dele. Não cremos que eles iriam fazer um filme só para isso, mas tem uma pequena possibilidade deles aproveitarem a situação, o que seria uma saída “aceitável”. Eles poderiam mudar até o Coringa, caso queiram, muitos fãs iriam gostar.

Mas, além da simples mudança de ator, correção de erros passados podem acontecer, como a personalidade do Superman. Muitos não gostaram de sua personalidade séria e o fato dele ser ter muitos problemas internos, já que querem vê-lo como símbolo de esperança novamente, o que até então, não foi explorado.

Porém, mesmo com algumas alterações que podem vir para melhorar o universo DC nos cinemas, muitos  acham a ideia ruim. Consideram que a escolha foi rápida demais, e que pode ser uma ideia precipitada, levando em consideração que ainda não tivemos uma relação com os personagens para sentir o choque de ver toda a Liga diferente, e o mundo todo “de cabeça para baixo”. Realmente é preciso ter um desenvolvimento maior dos personagens, mas, fazendo o advogado do diabo, Flashpoint nos parece uma ótima ideia.

Já experimentamos um pouco de FlashPoint em Batman V Superman, onde Flash mostra ao Batman um  futuro possível onde o Superman é um tirano e tudo está destruído, o que tudo indica que isso realmente pode acontecer.  No filme da Liga, o Superman pode se tornar o vilão em dado momento, possivelmente por causa da morte da Lois Lane, que no próprio Batman v Superman o Flash diz, “A Lois é a chave”, obrigando ao Flash, no fim, voltar no tempo e consertar tudo, levando então aos acontecimentos de FlashPoint.

No entanto, é difícil saber realmente como ficará o filme, já que até o seu lançamento, estão previstos 5 filmes antes dele.

Comments

comments