O filme “Persona” de Bargman terá exposição e copia restaurada.

A 40ª Mostra de São Paulo que também é exposição ira trazer “Behind the mask 50 years of Persona (Por trás da máscara 50 anos de Persona), que promovera um passeio audiovisual pelo mais experimental e enigmático trabalho do cineasta sueco Ingmar Bergman, que foi lançado no Brasil com o título “Quando Duas Mulheres Pecam”.

Concebida originalmente para ocupar o Bergman Center, centro cultural que promove o acervo do diretor, a exibição foi reformatada para as dimensões do Itaú Cultural, na Avenida Paulista, onde ficará em cartaz entre os dias 15 de outubro e 6 de novembro.

Composta por textos, fotos dos bastidores das filmagens, cartazes, objetos relacionados à produção, painéis interativos e videoinstalações, a exposição oferece extenso material que ajuda a contextualizar “Persona” na trajetória profissional e pessoal de Bergman, e o momento em que chegou aos cinemas. É a primeira parceria firmada entre a mostra brasileira e o órgão sueco, que planeja uma grande celebração para marcar o centenário de nascimento de Bergman, em 2018.

“Persona” surgiu num momento conturbado na vida do diretor de “O sétimo selo” e “Morangos silvestres” (ambos de 1957). Bergman escrevera o roteiro de um longa-metragem para Bibi Andersson, com quem tivera um relacionamento amoroso. Mas o diretor ficou doente antes de iniciar a produção e, enquanto estava no hospital, viu uma foto de Bibi e Liv Ullmann juntas. Inspirado pela semelhança física entre elas, Bergman desenvolveu o argumento de “Persona”, drama psicológico sobre duas mulheres cujas identidades se fundem gradualmente uma na outra. A história foi rodada em Faro, onde Bergman filmaria outros trabalhos e passaria o resto da vida — parte dela ao lado de Liv, com quem teve uma filha.

Não deixem de visitar a exposição e conferirem a obra de Bergman “Persona” de 15/10 a 06/11, no Itaú Cultural (Avenida Paulista, 149)

Comments

comments